Montagem de Móveis Corporativos e Residenciais em diversas cidades do Brasil
Orçamento montador de móveis POM
 

10/22/2013

Desmontagem e Remontagem de Móveis II: O erro da inversão de valores na hora da mudança!

Conforme os anos passam, cada vez mais se consolida a tendência de que os móveis fazem parte do ambiente e que não nos acompanharão nas mudanças de endereço que a vida nos reserva.

Embora seja a mais absoluta verdade essa nova cultura, enquanto nossa geração vive um período de transformação, torna-se altamente relevante a discussão da mudança na qual ocorre a retirada dos móveis.

Quando divagamos sobre este assunto,a primeira preocupação é a estrutura e a qualidade do tipo de transporte oferecido. Se tem cobertores, palleteira, se o caminhão é baú, se tem guarda-objetos, se utilizam plástico bolha e etc...Mas ninguém pergunta se tem montadores profissionais, e aqui está o enorme erro da inversão de valores.

Observando o conteúdo de uma residência ou empresa, chegamos à conclusão que em termos de valores, os móveis são tão ao até mais caros que os eletrônicos existentes. Claro que o detalhe fundamental é se a equipe está entrosada e tem jeito com os objetos. É um desafio interessante, aliar força e delicadeza e esta combinação é a característica marcante do perfil dos profissionais da mudança.

Acontece que o montador de móveis é sempre o "ajudante" e isto precisa ser colocado em pauta, porque em nossa visão, o montador é um parceiro primordial para que a mudança ocorra sem transtornos. Os eletrônios conseguem ser embalados mais adequadamente, ao passo que os móveis nem sempre atingem a compactação desejada, exatamente onde mora o perigo que alertamos.

Durante a desmontagem, o montador de móveis sabe que precisa identificar as peças e a sequência de desmontagem correta dos produtos, muitos usam giz de cera, lápis ou outros tipos de marcadores para organizar o que será a fase da remontagem. As empresas mais sérias sabem o valor deste profissional e pagam por isso. Porém, temos visto alguns carretos de fim de semana, quase na base do favor, que não tomam nenhum cuidado com esse aspecto.

Colocamos assim uma sugestão de que o montador procure pelo freteiro na mudança e não o contrário. Mais ousadamente, desafiamos alguns montadores para que entrem neste mercado da mudança, ofereçam o serviço e contratem o motorista e o caminhão, pois a mudança em si é mais importante que o veículo neste caso.

É simples, tenha em casa cobertores, cordas, compre plástico bolha e corra atrás do cliente. Vai perceber que se pagar o frete, ainda te sobra um bom resultado financeiro, pois é você quem vai conversar com o cliente e explicar a importância da remontagem dos móveis.

Antes de iniciar este novo desafio, prepare-se para ele, estude o setor e se organize. Vai perceber que embora o caminhão seja o item mais caro, o montador é a figura mais importante da mudança, podendo perfeitamente formar parcerias com freteiros, onde o cliente sai de sua mão, deixando assim passar de mero "ajudante" para O CARA da mudança!

As oportunidades existem onde somos capazes de encontrá-las!

0 comentários:

Postar um comentário