Montagem de Móveis Corporativos e Residenciais em diversas cidades do Brasil
Orçamento montador de móveis POM
 

4/13/2015

Dobradiças de Caneca (Parte IV - Final): Tipos de calços, aplicações e regulagem na montagem de móveis

Dobradiças de Caneca: Os dispositivos atualmente mais difundidos nas portas dos móveis residenciais e comerciais (Parte IV - Final)

Dobradiça de Caneca
Chegamos ao último post de nosso série sobre as dobradiças de caneca. Após detalhar diversos aspectos sobre este importante acessório largamente difundido em móveis convencionais, corporativos (móveis para escritório), planejados e até mesmo em instalações comerciais, chegou o momento de concluir o assunto que mais afeta o montador de móveis, a regulagem das portas.

Desenvolvido o assunto, neste momento o montador de móveis já compreende o que é folga e recobrimento de porta, os dois grandes referenciais da regulagem de dobradiça a ser efetuada. A ideia é que a regulagem consiga representar tanto folgas como recobrimentos uniformemente distribuídos, mas isto exige que o móvel esteja em seu esquadro perfeito.

Com relação ao esquadro, o móvel poderá não estar corretamente alinhado se o piso local é irregular, se os fundos foram pregado de maneira imprecisa ou ainda se as próprias peças não foram esquadrejadas no processo de fabricação. Isto reforça a necessidade de dobradiças com recursos de regulagem.

O adequado posicionamento das portas ocorre através do ajuste nos parafusos de regulagem existentes nos calços das dobradiças, uma vez que a função da caneca é encaixar e sustentar a porta, suportando seu movimento de abertura.

O procedimento de regulagem consiste basicamente de 3 etapas, sendo que algumas dobradiças não possuem todos os recursos (parafusos) necessários ao ajuste total. Uma dobradiça com regulagem total admite movimentos de avanço de profundidade (para frente e para trás), avanço horizontal (para os lados) e avanço vertical (para cima e para baixo).

Movimentos de Regulagem da Dobradiça1) O primeiro passo para a regulagem inicia-se pelo ajuste da dobradiça verticalmente. Você pode precisar fazer isto em todas as dobradiças da porta de uma vez. Afrouxe os parafusos superiores e inferiores e mova a porta para cima ou para baixo como necessário, apertando bem os parafusos novamente. Segure a porta ao afrouxar os parafusos, ou ela pode deslizar completamente de sua posição inicial.

2) O segundo passo é ajustar a profundidade da dobradiça para dentro ou para fora. Afrouxe este parafuso e mova a porta de acordo com a profundidade desejada para o ajuste. Tente ajustar nesta direção uma dobradiça de cada vez. Vai ajudar a prevenir que o peso da porta mova ela para muito longe do ajuste desejado. Apoie a porta, especialmente se afrouxar todos os parafusos de ajuste horizontal de uma só vez.

3) O terceiro passo consiste na regulagem propriamente dita através do parafuso mostrado na figura ao qual move a dobradiça diretamente. Aperte-o (girando no sentido horário) para mover este canto da porta em direção ao quadro; afrouxe (anti-horário) para mover a porta para longe do quadro. Este ajuste pode também ser usado para corrigir uma porta que não está pendurada direito. Se a parte de cima estiver mais distante para a direita ou esquerda que o fundo, ajuste as dobradiças de cima ou de baixo separadamente para corrigir a falha.

Regulagem da Dobradiça de CanecaAgora algumas dicas valiosas durante a regulagem:

  • O ajuste deve ocorrer nas diferentes direções de maneira independente, principalmente na regulagem inicial, cujo objetivo é apenas uma primeira aproximação.
  • O ajuste das dobradiças precisa ser executado de forma gradual. O montador precisa fazer a verificação do resultado após cada volta no parafuso.
  • Ao final o montador de móveis precisa conferir se os parafusos que estão nos buracos com fendas (para os ajustes horizontais e verticais) estão firmes ao final da regulagem. Lembre-se, estes parafusos são os responsáveis simultaneamente pela regulagem bem como por suportar o peso da porta.
Concluído o processo de regulagem é importante abrir e fechar as portas, assegurando-se que tudo está conforme o que era de se esperar em um produto bem montado com as portas devidamente reguladas.


Sucesso e bom uso deste material


Cláudio Perin

0 comentários:

Postar um comentário