Montagem de Móveis Corporativos e Residenciais em diversas cidades do Brasil
Orçamento montador de móveis POM
 

10/03/2015

Montagem de móveis em horários alternativos: Um guia definitivo para relacionamento entre clientes e montadores.

Orçamentos de montagem noturnos, em domingos e feriados devem ser diferentes?

Montador de Móveis 24 Horas POM

Poucas horas atrás, durante um bate-papo com montadores acabei percebendo um assunto extremamente importante dentro do universo da montagem ainda cheio de dúvidas e questionamentos, tanto pelo lado do cliente como pelo montador de móveis. A questão é simples e trivial. Até onde vai a prestatividade na montagem? Quais os limites do sacrifício pessoal em prol do cliente de um montador?

Iniciando nossa avaliação, devemos pontuar que o trabalho é uma atividade preferencialmente diurna, a noite foi feita para ser dormida. Biblicamente também devemos guardar um dia da semana, o sábado para uns ou o domingo para outros. Independente da fé, existe a questão da recomposição física do desgaste semanal aliada à necessidade de convivência familiar. O dia semanal do descanso é imprescindível. Atividades noturnas fundamentais existem normalmente, mas a do montador de móveis é diurna via de regra pela própria natureza do negócio.

Durante a semana, filhos na escola todo mundo trabalhando...Por inúmeras vezes todo profissional acaba perdendo parte do convívio familiar pela necessidade de trazer o sustento daqueles pelos quais luta diariamente. São escolhas difíceis, somente quem as toma sabe o preço a se pagar pelo decidido. Diga-se de passagem, sacrificamos sempre o lado mais valioso...Pelo fato de que são o elo frágil da corrente e dependem de nós.

Ok, esta introdução se faz necessária porque o assunto realmente é delicado, principalmente pela falta de tato ou sensibilidade de alguns clientes durante as contratações. Na indústria, no comércio e demais ambientes corporativos, existem as horas-extra para os funcionários. Isto para valorizar o desgaste adicional muitas vezes necessário dentro do  empreendimento.

O montador de móveis autônomo é um empreendedor individual, não existe um patrão formal, existe sim um cliente a ser atendido. A profissão exige deslocamento constante, o risco inegavelmente  aumenta de noite em grandes metrópoles, a violência é um fato antigo por aqui...Especificamente na volta para casa após o serviço, o montador de móveis se arrisca sempre, normalmente forçado a morar em bairros mais distantes e pouco seguros.

Além disso, existe a penalização da família, conforme já citado. Então chega o momento de fechar o orçamento com um cliente e a montagem deve acontecer no horário noturno. A grande questão que aparece é se essa montagem será noturna por comodidade ou por necessidade do cliente. Torna-se importante esta análise pelos fatos que citaremos.

Via de regra tanto comodidade e necessidade tem seu preço. A diferença é que normalmente podemos abrir mão da comodidade porém nem sempre podemos abir mão da necessidade. Então surge o dilema entre montador e cliente. A questão da sensibilidade...

O montador de móveis precisa da montagem claro...Porém deve oferecer agendas alternativas para o cliente em um primeiro momento, evitando assim a montagem de domingo ou noturna. Tudo é válido enquanto o canal de comunicação funciona. O que causa desgaste é quando o montador informa o cliente que fora do horário ou no domingo tem uma taxa extra de 20% adicional por exemplo. Alguns clientes acham isso um absurdo, mas e se fosse o contrário, como fariam?

Então surge a questão da empatia, entender o lado do profissional. Quando a montagem é por necessidade, isso acontece de maneira menos traumática entre clientes e montadores, a diferença é aceita. Mas quando é por comodidade, a impressão que se tem é que não queremos pagar por ela ou até mesmo achamos isso um absurdo.

Alguns montadores não cobram esta diferença pela necessidade ou medo de perder o orçamento, mas o cliente que conta com isso pode acabar ficando na mão. Então o que vale é o diálogo, existem montadores prestativos. A dica que fica é o cliente não fingir que esta diferença de preço pela comodidade não existe e tentar derrubar o preço com tato, no chorinho...Observem nos perfis de montagem do POM os montadores que possuem horário de atendimento definido como 24 horas, eles  já estão muito habituados com este tipo de situação.

Quanto ao montador, cada caso é um caso. Inegavelmente o sacrifício existe e é grande. Agora se o cliente vai entender e aceitar ou agir como se tal sacrifício não existisse...Isto também não está definido, sabemos apenas que do couro é que sai a correia!


Bom trabalho!

C. Perin

Um comentário: