Montagem de Móveis Corporativos e Residenciais em diversas cidades do Brasil
Telefone Orçamento Montagem de Móveis Residenciais e Corporativos - Ligue Já Contrate um Montador POM - Click ou Toque para visualizar os telefones de orçamento por localidade.
 

12/05/2015

Comportamento: O respeito profissional nasce da postura além da qualificação. Aprenda e pratique!

Postura dentro da casa do cliente, a diferença entro o sucesso e o fracasso profissional

postura comportamental do montador de móveis

Hoje falaremos de um tema fundamental na vida de um prestador de serviços que trabalha dentro da casa ou ambiente profissional de seu cliente, a questão comportamental e de como a postura neste ambiente é capaz de destruir a imagem do mais qualificado e competente montador de móveis.

Tentaremos ilustrar tal questão com algumas pequenas considerações sobre a imagem que formamos do profissional que contratamos, de como isso funciona na cabeça do cliente. Para começar o assunto propriamente dito, imagine um policial militar fardado tomando uma cerveja em um boteco. Agora imagine este mesmo policial tomando a mesma cerveja no mesmo local, agora porém sem a farda.

Pois bem, a grande diferença está no fato de que quando nos identificamos como profissionais certas posturas não nos cabem, beber a cerveja seria uma imagem corriqueira, natural e perfeitamente aceitável para uma pessoa comum, não para o profissional em questão. Você gostaria de ser operado por um médico que tomou essa cervejinha antes de entrar na sala de operações?

Enfim, após esta breve ilustração, precisamos alertar e ajudar alguns montadores de móveis que embora extremamente qualificados, acabam diminuindo a imagem dos colegas de profissão quando insistem em algumas posturas que destacaremos no decorrer do texto.

A regra básica para evitar as mancadas profissionais é simples, colocar-se SEMPRE no lugar do outro, afinal educação não vem de classe social e sim de fatores e valores íntimos. Nada melhor do que imaginarmos como os outros receberiam nossas atitudes para sabermos se as mesmas estão corretas.

Primeiro aspecto básico, as DIFERENÇAS...

Pois bem, o cliente não está interessado em que time de futebol você torce. Talvez ele não goste de futebol, ou pior...talvez não goste do seu time...Pense com carinho nesta questão. Existem situações que uma boca fechada é o melhor negócio do mundo. Você veio MONTAR.

Um outro ponto fundamental, a religião. Lembre-se que esta escolha também é íntima e pessoal. Caso você esteja certo, parabéns para você. Não procure converter ou questionar quem julga estar errado, já existe um JUIZ para isto. Este cargo não é seu, não interfira em questões de crença...cuide de sua fé. Você veio MONTAR. Se quer o bem de alguém, ore por esta pessoa para que ela encontre o.caminho que você julga já ter encontrado.

Agora sobre a política, ainda mais nesses tempos confusos. Cuidado com o que vai falar, mais uma vez pouco importa sua opinião para o cliente. Se o Brasil vai mal, foi por escolha da maioria, talvez este cliente não faça parte desta maioria. Você foi chamando para MONTAR.

Um outro fator importante, jamais ridicularize seu ajudante ou companheiro na casa do cliente ou até mesmo quando estiverem à sós. Isto acaba por revelar que sem respeito ao próximo você perde o respeito por si mesmo, ou seja, acabará por ficar diminuído frente ao seu cliente. Então seja ético e respeitoso, só faz bem!

Como pudemos observar, o cliente está interessado na montagem. Espera um serviço de qualidade apenas. Analisados estes pontos, acabamos percebendo as queixas de alguns montadores de móveis quanto ao respeito profissional recebido pela categoria, mas a verdade está aí...

Para ser respeitado, você precisa em primeiro lugar se DAR AO RESPEITO. Não existe como conseguir isto contando piadas, tirando sarrinho de time de futebol, criticando a crença alheia e muito menos ridicularizando seus parceiros profissionais.

Outro detalhe ainda tão importante como os já citados, os DEFEITOS...

Jamais brinque com os defeitos físicos de alguém, isto pode revelar que você talvez tenha um defeito de caráter, o que é BEM MAIS grave. As pessoas são o que são, não escolheram seus defeitos, apenas os possuem e podem ter levado um longo período até a própria aceitação. Cuidado com gordinhos, baixinhos, desdentados, gagos, carecas como eu (rsrsrs), mancos, ou com qualquer tipo de deficiência ou limitação física. Olhe-se no espelho, agradeça por sua condição, e lembre-se que o cara que está te olhando ali no espelho sabe muito bem o que tem dentro de seu coração. Talvez enormes virtudes, talvez enormes desvios de personalidade ocultos...

Para finalizar segue a regra fundamental. Você está na casa do cliente para fazer uma boa montagem e isto é tudo o que interessa. Existem clientes da direita, existem clientes da esquerda, clientes com preferências sexuais diversas, clientes espíritas, ateus, evangélicos, etc...Existem clientes altos, baixos, gordos, magros. clientes corintianos, palmeirenses e clientes que não suportam ouvir sobre futebol. Clientes que gostam e odeiam pagode, rock ou sertanejo...

Mas entenda uma coisa de vez, para o profissional existem apenas CLIENTES. Então por favor, façam o possível para com vossa presença, tornarem o dia deste cliente melhor e não pior....Façam a diferença, façam uma boa montagem e afastem-se destas armadilhas profissionais, as DIFERENÇAS e os DEFEITOS. Lembrem-se, apenas a montagem não vai sustentar um montador que não sabe se comportar frente ao cliente.

Sucesso á todos os que desejam adotar este tipo de postura. Respeito é bom, todos gostam e só faz bem!


C. Perin

0 comentários:

Postar um comentário