Rede de Montagem e Assistência Técnica POM

O cliente espera um bom serviço, não está interessado em assuntos paralelos. Não diminua o produto, nem o profissional anterior, caso exista um.

Portal do Montador ME - Anúncios de Montadores

PortaL do Montador ME - Montador, anuncie em espaço prático, dedicado exclusivamente à divulgação de serviços de montagem de móveis em todo o Brasil.

Montador de Móveis Credenciado POM Brasil

A realização de um bom trabalho vai além do resultado final. Um profissional de sucesso realiza suas atividades com cuidado, organização e planejamento.

Montadores de Móveis Profissionais

A boa montagem nasce de um projeto bem feito, matérias-primas adequadas, processos de fabricação padronizados e principalmente de um montador de móveis capacitado.

Montagem, Desmontagem e Remontagem de Móveis

O consumidor precisa aprender a distinguir montadores de móveis profissionais e montadores de móveis eventuais. Por melhor que seja o produto, corre-se o risco de danificá-lo.

Montagem de Móveis Corporativos e Residenciais em diversas cidades do Brasil
Orçamento montador de móveis POM
 

5/01/2016

Desmontagem e Remontagem de Móveis Profissional: Aprenda os Segredos Aqui

Desmontagem de móveis com posterior remontagem dá certo nas mãos de profissionais

desmontagem e remontagem de móveis profissional

Mudança ou remanejamento de móveis, um excelente parâmetro para identificar o montador de móveis profissional. Justamente porque vê-lo trabalhando é capaz explicitar a questão dos rituais obrigatórios que o identificam, a questão da técnica e preparação para a atividade proposta.

Vamos então aos fatos do antes e durante a execução do trabalho. O que o montador de móveis profissional faz que os outros não fazem? Olhos atentos conseguem identificam diversos pontos que comprovam uma enorme distância separando o curioso do profissional da montagem. O montador profissional faz...

1) Reconhece os ambiente junto ao cliente, dimensiona as atividades e organiza mentalmente o fluxo de trabalho a ser executado, observando portas, escadas, corredores e demais características do local que possam complicar ou auxiliar o andamento das atividades e suas respectivas alternativas. Isto se chama "planejamento".

2) Existindo mobiliário de média complexidade ao menos, numera as peças com giz de cera (em locais estratégicos), deixando garantida a correta identificação das peças para a posterior remontagem, mesmo que não seja ele o responsável. (Da esquerda para a direita e de cima para baixo convencionalmente). Desta forma, quem recebe a mercadoria saberá que ela passou pleas mãos de um profissional.

3) Iniciado o processo da desmontagem de móveis surgem novos segredos. A questão da re-embalagem. O volume de peças desmontadas não pode comprometer a integridade dos móveis. Regra de ouro, utilizado 50% do espaço disponível para acomodação é hora de parar e desmontagem e fazer a embalagem parcial dos itens desmontados. Isto possibilita recuperar espaço de trabalho e simultaneamente evita danos às peças que estavam desmontadas e expostas ao risco.

4) Surge aqui mais um indicativo do montador de móveis profissional. Obviamente que utilizará plástico bolha, isomanta de proteção e papelão, além de fitas adesivas para formatar o volume (a caixa de proteção do móvel). O curioso "amador" não anda com nada disso, fará apenas um amontoado de peças mais ou menos compactado, que vai DESTRUIR seus móveis durante o transporte.

5) Então falamos da compactação da embalagem, não basta embalar e proteger as peças, é preciso acomodá-las de uma maneira que aconteça a compactação do volume, ou seja, uma organização sistemática que evite o deslocamento das peças dentro da caixa e que a torne estruturalmente robusta. Muitas quebras de peças surgem de embalagens mal compactadas.

6) Parece fácil? Tem mais um outro segredo durante a preparação das caixas, a questão da proteção das faces externas do mobiliário. As faces externas, normalmente porta, tampos e laterais de preferência devem estar em contato apenas com o plástico bolha ou isomanta. caso não seja possível em último caso, em contato com um cobertor (manta) ou então com o próprio papelão se tudo mais não for possível. Além das faces o "topo" das peças precisa estar protegido na embalagem.

7) Um ponto muito relevante é a questão da organização dos acessórios. Eles devem ser acomodados em potinhos plásticos identificados e classificados por produto. Lembrando também que as caixas seguem o mesmo processo, indicando o produto e preferencialmente até o ambiente de origem. Por exemplo, "caixa 2, guarda roupas, quarto do menino". Entre o não armazenar ou armazenar em potes de vidro, prefiro correr o risco do vidro quebrar. Na falta do plástico, melhor então utilizar uma lata de achocolatado ou algo do tipo.

8) Na movimentação, em geral as empresas de mudança possuem os carrinhos de movimentação, mas caixas compridas nem sempre funcionam bem nos carrinhos. Então o profissional precisa ter a prática de manejo da embalagem (caixa). Este é um outro aspecto, pois diferencia o montador de móveis profissional do curioso "trombador", que faz movimentos bruscos e brutos. A profissão exige leveza e tato naquilo que se conduz.

9) Igualmente importante e crítica é a questão da acomodação das embalagens no caminhão ou transporte a ser utilizado quando for o caso de mudança. O montador conhece o que é frágil ou não. Foi ele quem fez as embalagens. Não se pode deixar nas mãos de quem acomoda a carga, exceto se o mesmo também for um profissional devidamente preparado.

A dica final é que o cliente procure sempre empresas especializadas em mudança e remanejamento de móveis. Normalmente elas possuem e valorizam este tipo de profissional. Agora o roteiro está aí. Então fica fácil para seus olhos não treinados identificarem quem é e quem não é profissional. Cuidado com a cópia, exija o original. Montadores Credenciados POM.

Portal do Montador, os melhores montadores de móveis do Brasil!