Montador de Móveis Credenciado POM Brasil

A realização de um bom trabalho vai além do resultado final. Um profissional de sucesso realiza suas atividades com cuidado, organização e planejamento.

Rede de Montagem e Assistência Técnica POM

O cliente espera um bom serviço, não está interessado em assuntos paralelos. Não diminua o produto, nem o profissional anterior, caso exista um.

Montadores de Móveis Profissionais

A boa montagem nasce de um projeto bem feito, matérias-primas adequadas, processos de fabricação padronizados e principalmente de um montador de móveis capacitado.

Montagem, Desmontagem e Remontagem de Móveis

O consumidor precisa aprender a distinguir montadores de móveis profissionais e montadores de móveis eventuais. Por melhor que seja o produto, corre-se o risco de danificá-lo.

19 de fevereiro de 2015

Diferenciais dos Montadores de Móveis Credenciados POM

Valorizando os diferenciais dos montadores de móveis credenciados POM

Montador de Móveis Credenciado POM - Diferenciais
O Portal do Montador vem atraindo os melhores talentos da montagem de móveis e o fato é que este propósito cresce constantemente à cada dia.

Dentro de nosso caminhar diversos foram os pedidos para que tratássemos de outras questões, outras prestações de serviço. Mas não somos um site de anúncios de serviços como tantos outros, somos uma ideia em torno da qualidade na montagem de móveis.

Ainda assim, entendemos as legítimas reivindicações de muitos de vocês e resolvemos chegar a um meio termo com relação aos pedidos pela divulgação de outras qualidades e habilidades manuais e técnicas do montador de móveis credenciado POM.

Continuaremos divulgando apenas o profissional montador de móveis, quem sabe um dia isto mude, mas no presente não faz parte do caminho que planejamos até aqui. Desta maneira a melhor solução encontrada é passar a divulgar os diferenciais do Montador de Móveis Credenciado POM.

Mas como isto funcionaria? A explicação é extremamente simples, adicionamos um campo extra no perfil dos montadores já credenciados. Este campo, chamamos exatamente de “diferenciais”, ou seja, o que mais este profissional pode oferecer além da montagem?

Reparem que o serviço de montagem de móveis permanece destacado em primeiro plano, sendo ele a origem da contratação. Quanto aos diferenciais, o cliente deverá observá-los para ter em mente o que mais seria possível negociar com o montador de móveis selecionado para orçamento. De uma maneira simples, quanto maior a quantidade de diferenciais do montador credenciado, tanto mais tem a oferecer aos clientes, aumentando a chance de contratação.

Os diferencias são variados e compreendem atividades tais como colocar papel de parede, instalar pisos laminados, instalar redes de proteção, executar pequenos reparos elétricos ou hidráulicos, oferecer serviços de chaveiro, serviços de marcenaria, serviços de tapeçaria ou até mesmo a instalação de split ou ar condicionado e outros...

Durante a entrevista de credenciamento o montador de móveis precisa fazer um resumo de seus diferenciais além dos tipos de montagem que executa, isto será perguntado e aplicado ao seu cadastro, sendo assim exibido dentro de seu respectivo perfil profissional no site dos montadores de móveis credenciados POM (www.portaldomontador.net).

Caro montador, você que ainda não informou seus diferenciais precisa entrar em contato conosco o mais breve possível para atualização de seu perfil, lembre-se, novas oportunidades o aguardam. Daremos preferência de atendimento inicialmente para os contatos recebidos e sequencialmente estaremos entrando em contato individual para as alterações necessárias nos perfis remanescentes.


Atenciosamente

Cláudio Perin




15 de fevereiro de 2015

Videos de Montagem de Móveis POM - Espaço de divulgação para fabricantes associados

Videos de Montagem são a melhor ferramenta para a capacitação de montadores de móveis.

Vídeos de Montagem de Móveis POM
O Portal do Montador segue a cada dia mais focado em seu objetivo fundamental, o de ser o elemento catalizador da qualidade na montagem de móveis em todo o Brasil.

Dentre as diversas ações já executadas desde sua origem, citamos uma extremamente motivadora que disponibilizamos à partir de ontem no site dos montadores credenciados POM www.portaldomontador.net . Trata-se da nossa Galeria de Vídeos.

Meses atrás o Portal o Montador já havia disponibilizado seu canal para a divulgação dos videos de montagem de móveis dos fabricantes interessados neste tipo de serviço. Durante o período que passou, observamos que poderíamos fazer melhor...e fizemos.

Trazendo os videos de montagem para dentro do site, conseguimos ampliar a facilidade de acesso a este material. Entendemos que o acesso via telefone ainda não é tão efetivo como através de outros dispositivos e desta maneira simplificamos a vida de quem gosta ou precisa ver tais videos.

Dentro da galeria, organizamos os videos em função de sub-galerias, sendo elas divididas através dos fabricantes de móveis associados ao POM, aqueles que concordaram em vincular nossos montadores credenciados como autorizados no atendimento de procedimentos de assistência técnica e vistoria em clientes pelo Brasil , onde quer que se faça necessário.

O Portal do Montador, olhando para o futuro, acredita na chegada de um dia onde junto com o produto exista apenas um termo de garantia, indicando o link para visualização de seu respectivo vídeo de montagem. Claro que enquanto este dia encontra-se distante do presente, os produtos devem seguir com seus respectivos esquemas de montagem, preferencialmente do tipo passo-a-passo.

O vídeo de montagem do produto agrega de uma maneira bastante interessante duas funções, onde a primeira é obviamente a substituição do esquema de montagem. Porém, esta ferramenta vai além de sua função inicial, os videos de montagem precisam ser visualizados como uma ferramenta efetiva no treinamento de montadores de móveis autônomos. Não existe qualquer outra ferramenta de treinamento capaz de substituir um vídeo de montagem, somente suplantado pela montagem na prática.

Temos visto alguns fabricantes enxergarem o vídeo de montagem como uma ferramenta de marketing para alavancar suas vendas, usando-os como argumento de fechamento de negócio. Isto é uma pena, pois quem o faz não consegue enxergar a riqueza do material que foi criado e o potencial técnico gerado por esta ferramenta.

Independente de se por marketing ou por convicção, os fabricantes precisam incrementar os investimentos na produção dos vídeos de montagem. Não é necessário contratar produtoras de vídeo caras, nem implementar elaborados processos de edição de vídeo. Torna-se necessário estruturar a área de projetos, uma boa sala bem iluminada, um bom telefone celular que filma em HD e um montador de móveis bem treinado para executar as tarefas.

Ao ser filmado, este montador consegue transmitir uma enorme quantidade de informações valiosas, gerando material de extrema relevância técnica, fundamental para quem já segue ou deseja seguir nesta profissão. Dependendo do nível de dificuldade de montagem do produto, isto pode inclusive encorajar o consumidor final a encarar uma montagem menos complexa, reduzindo inclusive os custos de aquisição do produto. Enfim, o video de montagem é um excelente negócio para toda a cadeia moveleira.

Para concluir, aguardamos sua visita que agora lê nosso blog, acesse o www.portaldomontador.net e no topo ou rodapé do site encontrará o link para nossa Galeria de Vídeos. Caso nossa atitude consiga evitar ao menos UM erro de montagem, já terá valido à pena.


Bom trabalho a todos os montadores de móveis profissionais do Brasil!

Cláudio Perin




10 de fevereiro de 2015

Montadores que acreditaram na ideia do POM mudaram profissionalmente e financeiramente

Montadores Credenciados do Portal do Montador registram crescimento e fidelização de clientela

O Portal do Montador, carinhosamente apelidado de POM por seus participantes nasceu de uma ideia onde acreditava ser possível reunir diversos profissionais em torno de um objetivo comum,  a qualidade na montagem.

Não é novidade para nenhum profissional a questão da competição, isto é uma regra de mercado. O problema existe quando quem procura por profissionais autônomos não enxerga critérios claros que consigam definir quem é de fato profissional, ou seja, em quem confiar.

Exitem inúmeros casos onde o cliente resolveu pagar mais acreditando que desembolsava por uma questão de qualidade, colhendo decepção ao final do serviço. Isto não é exclusivo de nosso meio, vem acontecendo com pedreiros, encanadores, eletricistas, costureiros, advogados, professores particulares, enfim...a lista é longa.

Mas hoje tudo tem mudado felizmente para os montadores de móveis credenciados do POM, não que eles sejam melhores que alguns que não fazem parte deste grupo, sempre repito que existem excelentes montadores fora do POM e por isso os convido carinhosamente a fazer parte deste grupo, a  cada dia mais forte  e reconhecido pela clientela.

A questão é que eles são profissionais, para ser um montador de móveis credenciado POM, precisa atender alguns requisitos fundamentais na visão de quem contrata, isto reflete em segurança para o cliente. Falhas podem ocorrer, mas o montador POM não vai desaparecer, fugir do cliente. Ele estará ali para resolver, assumir compromissos, prestar um serviço correto e organizado.

Dentro desta visão alguns montadores credenciados observam hoje um expressivo crescimento em sua clientela, citaremos alguns casos específicos no grupo dos montadores de móveis POM.

Montador de Móveis Credenciado 06.104.001
Djacir Silva é montador credenciado 06.104.001 na Grande Fortaleza e atualmente faz um enorme esforço para atender a crescente quantidade de clientes que o procuram. Detalhe, ele não anuncia seus serviços, é localizado exclusivamente através do POM.

Trabalhando como MEI, ele consegue atender repartições públicas e pessoas também jurídicas onde é necessária a emissão de nota fiscal. Djacir relata que sua equipe aumentou e que o leque dos tipos de montagem também se diversificou consideravelmente.

De maneira contundente, afirma que o resultado de seu esforço encontrou espaço de reconhecimento graças ao POM, agradecemos seu ponto de vista, mas o mérito é de sua postura ética e profissional Djacir.

Montador de Móveis Credenciado 05.336.001
Indo para Salvador Bahia, temos uma dupla que monta tudo o que encontra pela frente, aqui representada pelo Hudson Sodré (05.336.001). Juntamente com Julio Silva (05.336.002) seu inseparável companheiro, atuam hoje em montagens desde às mais simples até as mais tecnicamente detalhistas.

Montagens de arquivos deslizantes, montagens de móveis para escritório e instalações comerciais de agências bancárias são exemplos da mais variada gama de atuação destes profissionais POM. Hudson e Julio complementarmente anunciam na OLX e no Bom Negócio, mas é através do POM que recebem o reconhecimento profissional.

Como dito, nada escapa das mãos desses exímios e dedicados montadores de móveis, o Portal do Montador mostra aqui o que é que a Bahia tem, e tem "montador porreta", credenciado pelo POM.

Montador de Móveis Credenciado 26.547.001
Poderíamos fazer uma enorme lista de nossos talentos, mas para concluir citaremos um caso da Grande São Paulo, mais especificamente de São Bernardo do Campo. Falamos de Marcos Paulo (26.547.001) nossa prata da casa e vamos explicar o motivo.


Acreditem vocês ou não, podem ligar e comprovar, este montador de São Paulo, o centro econômico do Brasil, NÃO TEM SITE para divulgar seus serviços, como diz Humberto Aquino, referência na internet como montador, o Marcos Paulo é um "filho legítimo do Portal do Montador", nasceu dentro dele.

Quando deixou as Casas Bahia depois de 5 anos ma montagem e resolveu trabalhar por conta, sabia que tinha que partir para cima e a decisão era importante em sua vida, não havia espaço para dar errado, tinha que funcionar, e funcionou até bem demais...

Citamos aqui apenas 3 casos de sucesso dentro do POM, falamos de pessoas simples e dedicadas, que encontraram seu espaço neste concorrido e muitas vezes injusto mercado de trabalho, onde muitos se confundem sob o nome de "montador de móveis". Estes e outros montadores do Portal do Montador viram suas condições profissionais e financeiras mudarem sensivelmente em 2014. É claro que em grande parte pelo mérito próprio, mas sabemos que por menor que seja, temos uma parcela no contexto deste sucesso que encontraram dentro da profissão. Estaremos aqui torcendo, apoiando, capacitando e participando em histórias de vida como essas.


Sucesso para todos, sempre!

Claudio Perin




2 de fevereiro de 2015

Jingle do Portal do Montador - www.portaldomontador.net

Portal do Montador - Montagem de Móveis em todo o Brasil

Jingle do Portal do Montador
Em 06 de agosto de 2014, na comemoração do primeiro dia do montador de móveis do Brasil, ganhamos um presente até então inusitado, ocorrido durante o evento no Parque do Ibirapuera.

A bateria da Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo (ESPM), através de seu diretor de bateria Renan Leite, juntamente com Lucas Wagner membro da equipe, aceitaram o desafio de criar um Jingle de 60 segundos para o Portal do Montador, e acreditem, a música foi concebida ali mesmo, em poucos minutos com sobra de talento e empolgação.

Não é necessário dizer, mas é importante entender que estes alunos da ESPM, em 2016 ou 2017 estarão provavelmente participando de importantíssimas campanhas publicitárias na midia brasileira e internacional, dada a relevância da ESPM no mundo da propaganda, onde se preparam para exercer suas futuras profissões.

De lá para cá muitos fatos aconteceram, o Portal do Montador 2.0 (www.portaldomontador.net) entrou no ar e sempre olhávamos para o Jingle sabendo que era preciso fazer alguma coisa com ele, mas precisava ser algo especial, diferente do até então também diferente (o Jingle sendo executado pela bateria da ESPM).


Foi num desses momentos que recordei-me de um grande amigo de longa data, o Gustavo Amendola, exímio guitarrista, professor de música e dono de um estúdio de gravação. Após um telefonema acertamos o que eu tinha em mente e chamamos seu irmão (Adriano) para fazer o vocal, o Jingle estava finalmente pronto para ser re-estilizado.

Enfim, como sempre o montador de móveis é deixado para depois, imagino que não existia até então um hino, uma música, algo voltado exclusivamente para o montador de móveis. Caso esteja enganado, aguardo algum contato com algo do gênero, receberei e escutarei com prazer!

Deixando de rodeios, o vídeo que segue neste post é o fruto de uma divertida tarde de gravações, o Jingle do Portal do Montador, para vocês, montadores de móveis espalhados pelo Brasil. Quem quiser o mp3 para usar como ringtone, é só pedir que enviamos o arquivo por e-mail (info@portaldomontador.com)


Um abraço à todos

C. Perin




30 de janeiro de 2015

POM - Os melhores montadores de móveis do Brasil não podem ficar de fora

Portal do Montador - O lugar dos melhores montadores de móveis do Brasil

Montador de Móveis Credenciado POM
Foi assim que começamos a idealizar o Portal do Montador, existia uma ideia e um desejo inicial, que alimentamos dia após dia desde a decisão fixa de conceber o POM. Estava claro que o trabalho aconteceria em um ambiente de pouco reconhecimento profissional, mas isto (muita luta) sempre foi um grande fator de motivação para nós, colocar em evidência o montador de móveis.

No dia do lançamento pensei no Gilson Alvino dos Santos, um montador da Santos Andirá (1994), um dos primeiros que treinei e o quão longe ele foi capaz de chegar e crescer profissionalmente, acreditando em muito do que a ele passei. Quem sabe mais cedo ou mais tarde um dia encontre este post. Vai se recordar de tantos projetos de móveis que passaram por suas mãos durante os testes de montagem...de sua mãe humilde (era a faxineira da fábrica) e de como sua força de vontade conseguiu levá-lo além do que imaginou um dia. Também tem o Florindo, o Bahia, o Claudemir...pessoal, me desculpem, vocês são muitos!

Torna-se necessário relembrar que assim que o site entrou no ar em abril de 2013, começaram a brotar montadores de móveis de todo o País, muitos dos quais com enormes dificuldades na utilização da internet. Os planos de dados estavam apenas começando a se popularizar, mesmo assim fizemos questão de apostar tudo no telefone celular, o site tinha que rodar em telas pequenas. O telefone é a principal ferramenta de trabalho dos profissionais autônomos.

Claro que cometemos erros, o site saiu do ar por 5 dias, algumas coisas nunca chegaram a funcionar. Porém está evidente que os acertos foram bem maiores nestes quase 2 anos, prova que estamos aqui. Neste período mudamos para melhor a vida de muitos montadores de móveis que acreditaram no ideal do POM, ser diferente e fazer bem feito, mesmo sem muitas vezes receber o que acreditavam como sendo o justo. Você precisa sentir-se realmente BOM em algo na sua vida, isso é o combustível que nos move.

No POM ninguém trabalha bem ou mal pelo valor da montagem, porque os melhores SEMPRE trabalham bem, faz parte de nossa natureza...missão dada é missão cumprida. Se for para fazer uma montagem mais ou menos é melhor nem começar, deixamos para outros que aceitam esta prática ou este modo de vida!

Incrível o poder de uma ideia, ela existe com uma intensa força invisível e isto transmite um poder absurdo porque as pessoas conseguem perceber e acreditam no que desejamos de coração. O cliente que busca na internet já procura por montadores credenciados do Portal do Montador e tais montadores entendem que o erro existe porque são humanos, mas o desafio é justamente a busca da montagem perfeita, por mais difícil que isto seja muitas vezes com produtos de baixa qualidade em nossas mãos.

Sim, nós somos diferentes de fato, não estamos aqui para "anunciar" um montador como tantos sites de anúncios, mas sim para promover e valorizar aqueles que se dedicam de verdade nesta atividade. A profissão só não é tão dura como a do pedreiro porque em nosso caso ao menos a casa já está coberta. O cliente às vezes se assusta em ver um profissional montar um roupeiro em menos de 45 minutos, mas isso é para poucos, mesmo porque não incentivamos a velocidade e sim o ritmo constante de trabalho.

O Portal do Montador chegou a um ponto em que foi preciso criar o POM 2.0 pois as ideias eram tantas que seria impossível servir de maneira gratuita certos serviços, então foi preciso diversificar. O site inicial continua no ar para aqueles que desejam simplesmente divulgar seus serviços sem custos, porém atendendo o pessoal que busca por algo mais, criamos o Portal do Montador 2.0 com uma estrutura tecnológica de elevado padrão, tudo isto sem um centavo sequer de aporte financeiro, aliás o idealismo foi o único aporte que tivemos por todo este período até hoje...

Como muitos já perceberam, existem diversas cidades pelo Brasil à espera dos profissionais certos para ocuparem seu espaço dentro do POM. Basta encontrar no site o perfil como DISPONÍVEL PARA ENTREVISTA, o que significa que estamos procurando um montador de móveis que sinta prazer em fazer montagens cada vez melhores, acima do padrão médio de mercado. Esperamos que você montador que acaba de ler este parágrafo seja O CARA que procuramos, não fique de fora!

Agora não é mais novidade, no Portal do Montador estão os profissionais que levam à serio o assunto montagem de móveis. Aqui não temos curiosos, aqui não temos amadores. Aqui temos gente séria com um único objetivo profissional, provar para nós mesmos que somos os melhores montadores de móveis do Brasil.


Sucesso galera do Portal do Montador!


Cláudio Perin




25 de janeiro de 2015

Consultórios Odontológicos: Montagens que precisam de conhecimento sobre o mobiliário e fabricantes

Móveis Consultório Odontológico

Montagem de móveis odontológicos se resume a poucos fabricantes

Um consultório odontológico possui alguns aspectos peculiares e outros particulares no tocante às instalações. Dentro deste contexto, normalmente o arquiteto distribui de forma lógica os móveis peculiares, bancadas, armários, arquivos, cadeira e os demais equipamentos dependendo da especialidade do profissional.

Um fator fundamental a observar é a questão da funcionalidade do layout, ou seja, é preciso lembrar que teremos um profissional exercendo suas atividades de maneira a que certos aspectos ergonômicos estejam plenamente resolvidos.

Quando você imagina uma jornada de oito horas diárias de trabalho com os braços fora da posição de repouso (voltados para baixo), entenderá que o sucesso de um dentista (odontólogo) passa pela correta distribuição espacial de equipamentos, ferramentas e materiais, de forma que contribuam na otimização dos movimentos e redução da fadiga à qual está submetido.

Bom, mas o montador de móveis precisa saber de tudo isto? Claro que não, mas justamente por isso não deve sair dando palpites de onde deveria ficar o que, a não ser que compreenda a necessidade de satisfazer PRIMEIRAMENTE o layout funcional e não a FACILIDADE de instalação.

A grande maioria dos móveis e equipamentos possuem uma grande padronização, visto que existe também um padrão de tarefas que são o núcleo da profissão do dentista. Com relação às particularidades, existe a questão de se o profissional trabalha com cirurgias, próteses, ortodontia, se possui espaço para um protético e por aí vai...os móveis vão se adaptando e tomando novas formas!

O montador de móveis que já trabalha neste segmento sabe que existem alguns fabricantes líderes neste mercado, citamos aqui alguns como a Lafaiete, Haydée, Olsen e Mônaco, Para o marceneiro que aprendeu a seguir determinadas normas técnicas, existem também os móveis planejados, mas estes entram como complementos dentro do consultório, o interessante neste caso é que harmonizam com a recepção e o restante das instalações deste consultório.

O mercado costumam reconhecer os móveis odontológicos como uma subdivisão do que chamamos "Móveis Científicos", que englobam principalmente três grupos de mobiliários normatizados voltados à saúde, os móveis hospitalares, os móveis laboratoriais e os referidos móveis odontológicos.

O montador de móveis que deseja trabalhar neste segmento precisa conhecer os representantes, distribuidores e lojas que comercializam tais produtos. Como é um mercado restrito, acreditamos em um baixo volume de trabalho fora dos grandes centros, porém precisa ser atendido e certamente o valor cobrado pela montagem tende a ser maior que a média praticada para o cliente residencial ou mesmo o corporativo padrão para escritórios.

Quando não é o caso de consultórios dentro de salas de edifícios comerciais, existe também a comunicação visual externa, mas este já é um trabalho avançado para o montador de móveis porque pode exigir andaimes, escadas, placas e letreiros luminosos e etc...quem tem parceria com empresas que fazem este trabalho leva vantagem.

As cadeiras e bancadas costumam vir paletizadas e o montador de móveis que deseja instalá-las vai ter um grande desafio pela frente, existem ligações elétricas e hidráulicas a executar. Por outro lado o vendedor prefere mandar um técnico ao local, pois senão terá que chamar 3 profissionais distintos o que tende a encarecer a instalação.

O montador de móveis precisa então aprender a comer pelas beiradas, começando a atuar na mudança de consultórios antigos, onde o proprietário não contará com a ajuda do profissional de fábrica. mas daí, é preciso entender das tais instalações hidráulicas e elétricas, portanto ler o manual é uma obrigação.

Fica então o recado final, quer trabalhar neste nicho de mercado? Comece então visitando um consultório odontológico de algum conhecido. Uma vez lá observe todas as instalações e tente conseguir uma cópia do manual da cadeira e bancadas caso existam. 

Estude e entenda, depois disso comece como ajudante de alguém que já pratica este tipo de prestação de serviço, você verá que não é tão difícil assim. Agora, se conseguir um treinamento no fabricante, poderá com algum médio esforço tornar-se um instalador dos fabricantes já citados neste post, daí é com você...


Sucesso e boa sorte!


Claudio Perin




22 de janeiro de 2015

Contato direto com o cliente e valorização profissional, o Portal do Montador é o melhor para todos

Montador de Móveis, o contato direto com o cliente valoriza o profissional

Montadores de Móveis Credenciados POM
O POM realmente é diferente e isso todos os montadores de móveis do Brasil já sabem. Hoje existem diversos sites que oferecem serviços autônomos nos mais variados segmentos, porém a maioria deles esconde os contatos dos profissionais, sejam eles encanadores, eletricistas, ou qualquer outra classe de profissional autônomo que trabalhe por tarefa.

Quando o anunciante pensa sobre o assunto, percebe tudo poderia ser diferente. Porque o cliente precisa ligar para alguém que vai repassar o serviço ocultando o profissional? Como construir uma reputação dentro deste modelo?

O POM possui uma central de atendimento sim, porém o objetivo é o de auxiliar o cliente na solução de dúvidas sobre como utilizar o site, uma vez que orçamento, atendimento e pagamento são efetuados diretamente com o montador de móveis cadastrado. É dele o cliente e não do site.

Os contatos dos montadores estão todos lá, à disposição daqueles que precisem contratar montadores de móveis profissionais pelo Brasil de maneira simples e direta, porque nossa visão é a de valorizar estes profissionais disponibilizados para contratação e não a de torná-los dependentes.

Quem participa do POM conhece isso de perto, são montadores saindo em matérias de revistas do segmento, concedendo entrevistas, expondo seu pensamento e ponto de vista sobre a profissão. Não tem sido nem uma ou duas vezes, tem sido SEMPRE assim.

Nesta imagem homenageamos o Alexandre Arruda, que foi entrevistado na revista Móbile Lojista deste mês (edição 314). Também já participaram diversos outros montadores daqui, basta observar em nosso histórico, seja neste blog, no facebook ou revistas e meios de comunicação do gênero. Sempre temos uma palavra voltada à qualidade na montagem, nosso objetivo maior.

O Portal do Montador já é uma referência nacional para quem necessita de mão de obra profissional em montagem de móveis. Estamos trabalhando ainda mais com o objetivo de contribuir de maneira efetiva na capacitação destes profissionais, mas a estrada é longa e trabalhosa para recursos tão limitados como os nossos, os passos são pequenos, porém seguros.

Tenho utilizado todo meu tempo disponível no POM, quando não em consultorias para fabricantes ou lojistas de móveis os quais atendo como consultor (atividades principais das quais sobrevivo). Desta maneira, o POM nasceu de dentro do segmento moveleiro, apoiado por pessoas que vivenciam este setor e que falam com propriedade sobre os assuntos a ele inerentes. São encontros em feiras e eventos com pessoas que respiram este mundo.

O montador de móveis que já foi funcionário e hoje depende de seu próprio esforço em busca de clientes, encontra no POM o apoio necessário para se estabelecer no mercado de forma segura, porém livre. Não existe patrão como muitos possam imaginar, existe sim uma ideia compartilhada, um ideal de trabalho comum para aqueles que se identificam em se doar para receber. 

Ninguém vive de brisa, mas o montador POM encara o pagamento como consequência de um trabalho bem executado e não como uma exigência por algo necessário a um cliente. Desta maneira consegue trabalhar com um sorriso no rosto, mesmo diante de duras tarefas, pois aprendeu que respeitar o cliente é o verdadeiro caminho de sua realização como pessoa.

Nossos esforços de aproximação tem sido tão efetivos quanto possível, dentro de nossa realidade tenho me esforçado a atender TODOS os lojistas e fabricantes que me convidam para uma visita e agradeço de coração aos que me atendem quando sou eu quem solicita o encontro, pois o deslocamento nem sempre cabe na realidade de nossos recursos e a agenda fica por vezes incompatível com nosso desejo.

As entrevistas estão um pouco mais lentas, mas esperamos intensificá-las o mais breve possível. Alguns montadores perguntam onde ela acontece, repito novamente...é por telefone, não precisam se preocupar!


Sucesso a todos!


C. Perin




20 de janeiro de 2015

Instalar um móvel é mais que apenas montar, o cliente precisa se informar para contratar corretamente

Existem montadores de móveis não qualificados para a instalação. Entenda a diferença e acerte na contratação!

Montador e Instalador de Móveis
Sim meus senhores, existem clientes extremamente desapontados quando contratam um montador de móveis. Sabemos que existem falhas de comunicação, mas detectamos casos nos quais alguns montadores não esclarecem o cliente de maneira adequada quanto à montagem do produto. 

Resta saber se tal atitude foi ou não proposital para não perder o serviço, mas isto de nada resolve pois este montador acabará perdendo em definitivo o cliente.

Deixamos claro que o montador de móveis profissional tem a OBRIGAÇÃO de informar o cliente caso não execute a instalação do produto, pois isto passa a ser uma questão de ética na prestação do serviços de montagem. O cliente precisa saber claramente o que será executado na contratação dos serviços. A resposta "Eu sou montador de móveis e não um instalador", precisa ser dada antes da contratação e não na casa do cliente.

A situação típica ocorre na montagem de gabinetes de cozinhas ou de banheiros sob a pia. O cliente fecha o contratação e os valores, sendo que muitos inclusive acabam achando barato diante do que têm em mente. Montar um gabinete de cozinha ou banheiro é realmente um serviço de montagem de móveis, porém certos montadores deveriam avisar que a fixação na parede, a instalação da torneira e sifão, a instalação da cuba e muitas vezes inclusive a calafetação desta pia são serviços de instalação.

Oras, É CLARO que o cliente não sabe disto na maioria das vezes. Agora coloque-se no lugar de quem o contrata, qual seria o sentimento ao descobrir que o profissional vai embora após o serviço e ainda assim você vai ficar sem poder utilizar seu produto, dado que falta instalar torneira, cuba, sifão ou seja lá o que for? Pois bem, o montador diria que isto é a parte do encanador? Para nós se disser isto ao telefone ANTES de pegar o serviço, tudo bem, o que não vale é SONEGAR informações para seu futuro cliente. Ele merece a verdade!

Este tipo de comportamento acaba ferindo todos os montadores de móveis, sejam os que fazem ou os que não fazem a instalação dos móveis, isto porque transmite uma imagem extremamente ruim, típica do prestador de serviços que não está comprometido com a satisfação do cliente e sim apenas com o propósito de faturar.

O montador de móveis que age com clareza, aquele que não realiza a instalação mas esclarece isso a seu cliente durante o orçamento, pode sentir-se traído ao ver certos profissionais trabalhando da maneira errada. Isto desvaloriza toda a classe profissional, deixando o cliente em dificuldades com aquela resposta que já citamos no início deste post, ao ir embora sem realizar a instalação e ainda dizendo que tem direito de receber o valor combinado pelos serviços executados. Na percepção do cliente, não era isto o combinado, resta saber se a falha de comunicação foi intencional ou não!

Escrever este post é uma contribuição que fazemos aos montadores de móveis que trabalham com transparência e acabam perdendo orçamentos por serem honestos com seus clientes por dois motivos, ou porque avisam que não fazem a instalação e acabam perdendo o serviço ou porque encontram argumentos para explicar ao cliente o porque da diferença de valores praticados.

O montador que não realiza a instalação está preparado para perder o serviço para aquele que está qualificado a executar, o difícil é perder para o que ocultou este a informação, isto realmente desanima o profissional. O mesmo vale para o que instala e acaba perdendo o serviço para o montador do menor preço que vai deixar o cliente em dificuldades.

Uma coisa interessante é que instalar um balcão de cozinha ou banheiro não exige grandes esforços adicionais, o conhecimento para instalar também não é algo tão complicado que um simples treinamento não resolva. Complementando e finalizando o assunto, fita veda roscas, cola de silicone, massa de calafetação, bujões hidráulicos e chave de grifo são itens essenciais do instalador deste tipo de produto e precisam estar na mochila ou caixa de ferramentas de maneira obrigatória.

Sucesso aos montadores e instaladores de móveis!


C. Perin




16 de janeiro de 2015

Clientes difíceis precisam de cuidados e técnicas de relacionamento adequadas

Evitando problemas de relacionamento com o cliente durante a montagem

Cliente do Montador de Móveis
Preparamos para hoje um tema solicitado por alguns montadores de móveis, que ocorre com relativa frequência, a questão de como se desvencilhar de momentos e situações delicadas com o cliente durante a montagem.

Pois bem, vamos chamar este momento de "gerador de centelha", visto que o próprio relacionamento humanos já é uma mistura de combustível e comburente, água e gasolina, que sem a faísca comporta-se bem, porém esconde um constante perigo iminente que exige cuidados.

O relacionamento comercial é uma operação onde paga-se um valor em troca de um benefício. Quando existe de ambos os lados a percepção de um equilíbrio, a coisa costuma andar bem. Entretanto, se um orçamento fechado já ocorreu sob um certo clima mais aquecido, podem saber, estamos no fio da navalha.

Caro montador, independente de um clima mais pesado ou não nossa sugestão é a seguinte, pode fazer o orçamento por telefone, até aí tudo bem. Porém, terminada a ligação, registre via e-mail, sms ou whatsapp o que foi combinado com o cliente. Não tenha preguiça nem seja descuidado, isso é FUNDAMENTAL, é preciso documentar o orçamento sim, é sua garantia e também indispensável para o cliente.

Ok, agora com o orçamento devidamente documentado e aprovado (isso exige uma RESPOSTA do cliente, um simples DE ACORDO) começam os trabalhos de montagem no cliente. Caso tenha se apresentado no horário combinado, ótimo, caso contrário isto já pode gerar uma primeira fagulha perigosa. Saiba se desculpar e prepare-se para muita dedicação, será necessária para reverter o clima inicial.

Durante o processo, todo problema que possa comprometer a qualidade da montagem de maneira efetiva precisa ser comunicado ao cliente. Já pequenos detalhes que não comprometem a montagem, por outro lado, precisam ser resolvidos e provavelmente nem necessitem conhecimento por parte do cliente. O montador de móveis precisa ter segurança sobre como agir cada um desses casos.

Alguns clientes gostam de acompanhar a montagem. Nesta situação recomendamos pouco papo e muito trabalho, Não escolha os assuntos, deixe o cliente tomar a iniciativa do tema que quiser. Limite-se ao emitir opiniões religiosas, políticas e esportivas ou qualquer outro assunto que envolva paixões irracionais. Falar é prata, mas o silêncio é ouro!

Na presença do cliente os ouvidos precisam estar disponíveis, não vá bancar o jogador de futebol com o headphone na orelha para se afastar de seus clientes, lembre-se que você não é celebridade. Eles se arrependerão bem mais tarde por desprezar os clientes, você se arrependerá bem mais cedo do que imagina.

Caso aconteça do cliente insinuar que o trabalho foi mais simples que o esperado, ele só tem duas coisas em mente, ou você é muito habilidoso ou cobrou caro demais, basta observar o semblante de o mesmo para ver a resposta correta estampada em sua face. Se estiver com ar de satisfação é a primeira, caso contrário, muita calma nesta hora.

Imaginamos que a montagem tenha fluido de acordo com o esperado, mas caso isto não seja a situação do momento, solicite ao cliente qual suas expectativas em relação à montagem em finalização. Esta insatisfeito com o produto? Quer alguma ajuda com relação à assistência técnica? Cuidado com o que fala sobre o produto, isto é um problema entre seu cliente e o vendedor, não torne as coisas piores do que já podem estar.

Mesmo com a montagem sendo efetivamente bem concluída coloque-se sempre à disposição de seu cliente para um retorno caso isto se faça necessário. Sabemos que é difícil retornar, mas se o relacionamento foi bem conduzido, o retorno será por uma questão de confiança e não de insatisfação. Isto é um ponto positivo em termos de fidelização.

Enfim, na hora da entrega técnica gaste um tempinho revisando o produto com o cliente e mostre que está tudo ok. Tire uma foto para documentar que a montagem foi bem sucedida, normalmente o cliente não se opõe, mas caso aconteça, tente mais uma vez pois isto é importante para seus registros profissionais.

Enfim, esperamos com este post ter alertado os montadores de móveis sobre quais os pontos críticos no relacionamento com o cliente no orçamento e durante a montagem, como os mesmos ocorrem e o que fazer para escapar dessas armadilhas. Por favor, usem o bom senso e pratiquem este simples conhecimento!

Bom final de semana!

C. Perin




15 de janeiro de 2015

Shopping Centers - Montagem de instalações comerciais com a ajuda de Arquitetos

Montadores de Instalações Comerciais - Montagens em Shopping Centers são referenciais poderosos junto a arquitetos

Montador de Instalações Comerciais
O Portal do Montador volta ao tema das instalações comerciais. O assunto marcou presença por aqui em novembro de 2013 e novamente em julho de 2014.

Já explicamos que tipo de montagem é esta e passamos algumas dicas de como praticá-las. O tempo passou e percebemos que muitos montadores de móveis não conseguem ingressar neste segmento devido a basicamente três motivos.

O primeiro deles é obviamente o mais simples, não se capacitaram para executar a montagem de instalações comerciais. Você agora me pergunta, e como faço para me capacitar? O ideal seria que tivéssemos preparado o material para este treinamento, mas enquanto isso não existe, sugerimos que trabalhe como auxiliar um marceneiro que precisa de montadores em sua equipe.

O segundo é o seguinte, se você já sabe fazer este tipo de trabalho, agora precisa ter as ferramentas, caso contrário não conseguirá pegar o serviço diretamente como autônomo e ficará sempre na dependência de completar uma equipe já formada e contratada. Neste caso, estará trabalhando normalmente pela diária oferecida.

Mas aqui vem o terceiro motivo, é o fato de que este tipo de montagem, principalmente as que ocorrem nos shopping centers, quase que em sua totalidade saem dos escritórios de arquitetura. Então o caminho é criar parcerias com estes arquitetos, mas como? A resposta é simples, visitando os escritórios dos mesmos e se apresentando, deixando seu cartão e colocando-se à disposição. Normalmente eles dão preferência à marcenarias que já contam com sua equipe e o montador vem depois...

Saiba que não adianta ficar esperando em casa, apesar do contato, dificilmente este tipo de ligação acontecerá se você não conhecer o arquiteto, então neste caso é fundamental prospectar seus futuros clientes. Dentre os 3 motivos, alertamos que no primeiro está a questão de saber interpretar a planta do projeto, isto porque é algo obrigatório para quem deseja trabalhar com instalações comerciais.

Uma dica um nem tanto funcional para todos é conhecer o responsável pela manutenção da administradora dos shopping centers. Pelo fato deste responsável estar sempre evolvido nas reformas e manutenções das lojas, ter essa amizade, deixar um cartão e estar preparado para trabalhar na madrugada é uma chance inicial. Só que nem sempre dá certo, pelo fato de preferirem chamar preferencialmente a equipe que executou o trabalho de instalação inicial.

Como observaram, dá trabalho entrar neste ramo, mas é um tipo de montagem extremamente prazeroso, porque trará para o montador a oportunidade de trabalhar com muitos materiais diferentes da chapa de madeira. Teremos muito vidro, alumínio, detalhes de fechamento e o mais interessantes de todos, muitos acessórios e dispositivos de fixação fora do padrão do mercado residencial.

É uma oportunidade muito interessante unir duas peças com dispositivos invisíveis como o clamex, biscoito e acessórios que não fazem parte do mundo dos montadores de móveis modulados ou convencionais. Para os montadores de móveis que conhecem poucos acessórios ou dispositivos, recomendo tirar um dia para visitar a Rua do Gasômetro, próxima ao Mercado Municipal.

Nesta rua encontrará dos mais variados dispositivos e acessórios para marcenaria, então o negócio é entrar na loja, pedir para ser atendido e perguntar mesmo. O vendedor com certeza te atenderá, mesmo que isso não signifique uma compra, sempre poderá dedicar de 5 a 10 minutos para demonstrar o que tem disponível em seu balcão.

Pontos obrigatórios são também as feiras de fornecedores para a indústria moveleira e marceneiros ocorrendo anualmente na cidade de São Paulo. Sabemos que mais difícil para quem não está na área metropolitana, mas para o montador de móveis que se planeja, tudo é possível, basta querer.

Montar móveis em shopping centers enfim, é uma atividade realmente diferente para um montador que está acostumado a montar móveis convencionais, a impressão que este montador terá é que o serviço não rende, mas isso não é verdade. Este tipo de sensação decorre do fato que gasta-se muito mais tempo no acabamento do que na montagem.

A diferença do tempo adicional gasto no acabamento faz com que o montador não habituado acredite que encontra-se exercendo algo desnecessário, mas colocando-se do lado do lojista, vai entender que nossos olhos sempre procuram o "diferente".

Para um trabalho harmonioso, o diferente sempre será uma fresta maior do que deveria, uma prateleira fora do nivelamento, uma esquadrilha mal ajustada e coisas do tipo. O pior é que o lojista em geral observa a loja vazia neste momento, amplificando a sensação de qualquer coisa fora do lugar. Mas isto não pode amedrontar, precisa funcionar como um incentivo na busca da "montagem" que você quer fotografar e guardar para sempre como recordação.


Sucesso à todos!